Cupins

 

Ocorrem em ambientes de climas tropical e temperado. No Brasil existem 250 espécies pertencentes a famílias: Kalotermitidae, Rhinotermitidae e Termitidae. São conhecidos mundialmente por termite, em latim, que significa “verme que rói a madeira”, no Brasil a palavra cupim é de origem Tupi.Os principais danos são nas estruturas de madeira, móveis e outros derivados de celulose como livros e papeis em geral.

 

PRINCIPAIS ESPÉCIES QUE CAUSAM PROBLEMAS NO MEIO URBANO:

  • Cupim de madeira seca: fazem seus ninhos dentro dos moveis ou do madeiramento propriamente dito, e suas colônias são pequenas. São bem discretos em infestações iniciais onde o sinal mais típico é a presença de grânulos amontoados. Em caso de infestações com presença de colônias maduras, é a presença de asas espalhadas no ambiente.

  • Cupim subterrâneo: alimentam-se de madeira e derivados de celulose. Vivem em ninhos que são construídos em locais ocultos, úmidos e sem luz, no solo ou em cavidades.

 

 

Fonte: http://www.dddrin.com.br/pragas-cupins.php#inicio